Centrais nucleares em portugal

centrais nucleares em portugal

Qual a história da energia nuclear em Portugal?

Da revolta de Ferrel, em 1976, aos projetos que ficaram no papel já neste século, a história da energia nuclear em Portugal é feita da recusa constante, dos governos e da opinião pública, em considerar sequer tal opção.

Quanto custa construir uma central de energia nuclear em Portugal?

Patrick Monteiro de Barros desvendou hoje publicamente o seu projecto para construir uma central de energia nuclear em Portugal, num investimento estimado em 3,5 mil milhões de euros, que seria totalmente suportado por investidores privados e iria produzir 1.700 MW, diz o site do Jornal de Negócios.

Qual a importância do reator nuclear para Portugal?

Este reator nuclear começou por ser um marco e um primeiro passo em direção a uma série de centrais nucleares que Portugal pretendia desenvolver, como forma de produzir energia elétrica. No entanto, o reator estava parado desde março de 2016, data acordada com os EUA em 2007, quando aquele país forneceu o urânio utilizado no núcleo do reator.

Quais são as usinas nucleares do Brasil?

Usina nuclear Angra 1 (ao fundo) e Angra 2 (à frente) no Rio de Janeiro, a energia nuclear responde por 4% da energia produzida no país. O Brasil possui também 3 Tokamaks (reatores experimentais de fusão nuclear ). [ 17]

Por que a opção nuclear não é viável em Portugal?

A opinião é unânime: em Portugal a opção nuclear não é viável, do ponto de vista económico, social, ambiental ou técnico. Mas o debate já tem décadas. O JPN foi falar com alguns dos intervenientes na discussão. Numa sociedade dependente de energia elétrica levanta-se um paradoxo.

Como foi o desenvolvimento da energia nuclear?

A reação que atualmente é usada em todas as usinas nucleares para gerar eletricidade. A equipe era formada por Otto Hahn, Fritz Strassmann, Lisa Meitner e Otto Frisch. Otto Hahn e Lise Meitner encontraram um elemento de número atômico intermediário em uma amostra de urânio bombardeada com nêutrons.

Qual é o estado da energia nuclear no continente europeu?

Os 58 reatores em operação existentes em território francês estão distribuídos por 19 centrais nucleares. Esta é a realidade francesa, país onde, em 2015, 76% da energia elétrica foi produzida por fontes nucleares. No universo europeu, 18 países têm reatores nucleares operacionais.

Qual a capacidade de produção de energia em Portugal?

Em 2017, Portugal conta com 20.758 megawatts de capacidade instalada de produção de eletricidade, dos quais 5.313 megawatts correspondem a energia eólica e 291 megawatts são de origem fotovoltaica. A parcela relativa à energia térmica e hídrica é de 8.287 megawatts e 7.108 megawatts, respetivamente.

Quais são os reatores nucleares do Brasil?

O Brasil possui três reatores nucleares na Usina de Angra dos Reis, localizada no litoral do estado do Rio de Janeiro. Atualmente existem em todo o mundo 438 reatores nucleares em operação, que correspondem a 14% da produção de energia elétrica mundial. Os Estados Unidos possuem 104 reatores, a França 59 e o Japão 55.

Qual a história da energia nuclear em Portugal?

Da revolta de Ferrel, em 1976, aos projetos que ficaram no papel já neste século, a história da energia nuclear em Portugal é feita da recusa constante, dos governos e da opinião pública, em considerar sequer tal opção.

Quais são os países que investem na construção e manutenção de reatores nucleares de potência?

Conforme a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), atualmente são 30 países que investem na construção e manutenção de reatores nucleares de potência. Nações como França e Estados Unidos, possuem larga capacidade de geração de energia elétrica através desses reatores.

Qual é a diferença entre um reator nuclear e um moderador nuclear?

Não tem moderador nuclear e o seu combustível é altamente enriquecido: urânio ou plutônio. O núcleo é pequeno e a reação em cadeia processa-se rapidamente, produzindo maiores quantidades de calor do que nos outros reatores termais.

Postagens relacionadas: