Dissecção da aorta

dissecção da aorta

Quais são os riscos da dissecção da aorta?

O risco da dissecção da aorta é de que a aorta possa romper, levando a uma perda massiva de sangue, resultando na morte da pessoa. Investigações complementarem a considerar em caso de dúvida:

Quais são as principais causas de morte na dissecção de aorta?

A insuficiência aórtica é uma das principais causas de morte na dissecção de aorta, além do hemopericárdio com tamponamento cardíaco (lembrar da Tríade de Beck com hipotensão arterial, hipofonese de bulhas cardíacas e turgência jugular) e da ruptura da camada adventícia da aorta.

Como tratar a dor da aorta?

Além disso, como a dor pode levar ao aumento da pressão e piora do quadro, também podem ser utilizados analgésicos fortes, como a morfina. Em alguns casos pode ainda ser necessário fazer uma cirurgia para reparar a parede da aorta.

Quais são os fatores de risco para a aorta?

Hipertensão e arteriosclerose (endurecimento das artérias) são fatores de risco importantes e estão presentes em 75% dos casos. Algumas condições congênitas também podem tornar o vaso mais frágil, como as síndromes de Marfan e de Ehlers-Danlos. Traumas torácicos também podem ocasionar dissecções de aorta.

Por que é importante tratar a dissecção da aorta?

A consequência é a redução do fluxo do sangue ou o rompimento da aorta. Ambas as consequências colocam a vida do paciente em risco. Sobretudo no caso de rompimento da aorta, as possibilidades de que o paciente não sobreviva são bastante elevadas.

Quais são os fatores de risco para a aorta?

Hipertensão e arteriosclerose (endurecimento das artérias) são fatores de risco importantes e estão presentes em 75% dos casos. Algumas condições congênitas também podem tornar o vaso mais frágil, como as síndromes de Marfan e de Ehlers-Danlos. Traumas torácicos também podem ocasionar dissecções de aorta.

Quais são as principais causas de morte na dissecção de aorta?

A insuficiência aórtica é uma das principais causas de morte na dissecção de aorta, além do hemopericárdio com tamponamento cardíaco (lembrar da Tríade de Beck com hipotensão arterial, hipofonese de bulhas cardíacas e turgência jugular) e da ruptura da camada adventícia da aorta.

Como tratar a dor da aorta?

Além disso, como a dor pode levar ao aumento da pressão e piora do quadro, também podem ser utilizados analgésicos fortes, como a morfina. Em alguns casos pode ainda ser necessário fazer uma cirurgia para reparar a parede da aorta.

Qual a função da aorta?

É a partir da aorta que todas as outras artérias se ramificam, exceto a artéria do pulmão. Dessa forma, esse vaso garante que o fluxo sanguíneo chegue a praticamente todos os órgãos e tecidos do corpo humano.

Como se manifesta a aorta aumentada?

A aorta aumentada se manifesta por um aumento no tamanho transversal da sombra, um aumento na protrusão dos arcos aórticos para os campos dos pulmões. A partir da projeção oblíqua ântero-esquerda, a sombra se desdobra, a janela aórtica aumenta de tamanho.

Quais são os sintomas da dissecção da aorta?

Os sintomas da dissecção da aorta podem variar bastante de um pessoa para a outra, no entanto, podem incluir: 1 Dor repentina e intensa no peito, costas ou abdômen; 2 Sensação de falta de ar; 3 Fraqueza nas pernas ou braços; 4 Desmaio 5 Dificuldade para falar, enxergar ou caminhar; 6 Pulso fraco, podendo acontecer apenas em um lado do corpo.

O que fazer quando a aorta está danificada?

No entanto, nos casos mais graves em que a aorta está muito danificada e outras complicações aparecem, como o aneurisma da aorta ou a obstrução total desse vaso sanguíneo, o médico poderá indicar cirurgia para retirar a placa de cálcio da artéria ou para fazer uma ponte de safena, que ajudará a restabelecer a circulação normal de sangue.

Postagens relacionadas: