Montijo

montijo

Qual é a história de Montijo?

Montijo tem a sua história intimamente ligada ao Rio Tejo, pois grande parte da sua área geográfica é delimitada pelo mesmo. A presença humana fez-se sentir naquela região desde muito cedo (pelo menos desde o Paleolítico, segundo vestígios arqueológicos encontrados), devido, muito provavelmente, às excelentes condições naturais.

Que tal ir para o Montijo?

Fica apenas a alguns momentos do Montijo e merece uma visita, mesmo que só queira saborear os panoramas de Lisboa do outro lado da água e a Ponte Vasco da Gama serpenteando à distância.

Qual a importância do Montijo para a economia local?

Esta obra marcou definitivamente a povoação e possibilitou a diversificação da economia local, que até então dependia exclusivamente da actividade piscatória. Desde essa época, o Montijo foi um local de passagem obrigatório de todos aqueles que, até ao século XIX, de Lisboa viajavam para o Alentejo ou vice-versa.

Quais são as melhores coisas para fazer no Montijo?

Vamos explorar as melhores coisas para fazer no Montijo : 1. Ferry. Esta é a primeira coisa que você deve fazer no Montijo, porque é um passeio glorioso através do Tejo. O tempo de viagem até ao Terreiro do Paço é de aproximadamente 30 minutos através de um catamarã rápido, e existem 22 travessias por dia, seja na hora ou meia hora.

Quais são as principais características da cidade de Montijo?

Montijo celebra a 29 de junho as Festas Populares de São Pedro, padroeiro das gentes do mar, e é conhecida por terra de touradas, boa comida e fados. Montijo tem a sua história intimamente ligada ao Rio Tejo, pois grande parte da sua área geográfica é delimitada pelo mesmo.

Como está o desenvolvimento do Montijo?

Hoje em dia, o Montijo continua a sofrer um forte desenvolvimento residencial e urbano, devido sobretudo à inauguração, em 1998, da ponte Vasco da Gama, ligando o Montijo à outra margem do rio Tejo, a Lisboa.

Qual a importância do Montijo para a economia local?

Esta obra marcou definitivamente a povoação e possibilitou a diversificação da economia local, que até então dependia exclusivamente da actividade piscatória. Desde essa época, o Montijo foi um local de passagem obrigatório de todos aqueles que, até ao século XIX, de Lisboa viajavam para o Alentejo ou vice-versa.

Quais são os patrimónios do Montijo?

Do Património mais relevante do Montijo, destaca-se a sua bonita Igreja Matriz do Espírito Santo, século XV, mas bastante alterada em inícios do século XVII. Perto, a Igreja do Samouco, séculos XVII e XVIII, é outro motivo de orgulho local.

4. Alegro Montijo 5. Feijão Verde Fun Park 7. Buddha Spa 8. Mercado das Viagens 9. VisitSul 10. Flytime - Fragata DAventuras 11. União Futebol Clube Jardiense 12. Rosa Cunha - Espaço Beleza 13. Jorge Massano Terapias Integradas Quais são as melhores atrações para visitar em Montijo?

Que tal ir para o Montijo?

Postagens relacionadas: