Vodafone ataque

vodafone ataque

Por que a Vodafone foi alvo de um ataque informático?

A Vodafone Portugal revelou esta terça-feira que foi alvo de um ataque informático, que provocou problemas técnicos e falhas no acesso a serviços, sobretudo no serviço de voz móvel. O ciberataque foi identificado na noite de segunda-feira, com a telecom a registar o impacto junto de um número significativo de clientes.

Qual a repercussão do ataque à Vodafone?

Que repercussões é que o ataque está a ter? Se o ataque ao grupo Impresa (SIC, Opto, Expresso) no início de janeiro teve grandes repercussões — ainda hoje a empresa conta com sites provisórios –, um ataque à Vodafone foi mais disruptivo para o país.

Quais são os serviços afetados pelo ataque cibernético da Vodafone?

Bancos, INEM, corporações de bombeiros, unidades de saúde como o Centro Hospitalar Universitário do Porto, mas também alguns multibancos do país, e ainda o Instituto Português do Mar e da Atmosfera foram alguns dos serviços afetados na sequência do ataque cibernético de que foi alvo a Vodafone Portugal na noite de segunda-feira, 7 de fevereiro.

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços. Já tem conta?

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

Qual é o impacto do ataque cibernético na rede da Vodafone?

Vodafone Portugal é alvo de um ataque cibernético. O impacto da ação dos hackers “começa a ser muito maior” A rede da Vodafone Portugal sofreu um ataque de computador na noite de segunda-feira (7). O que começou a ser denunciado como “problemas técnicos”, já era conhecido na terça-feira através da empresa como um ataque cibernético.

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

Qual é a origem do ataque cibernético?

No entanto, a origem do ataque cibernético ainda é desconhecida. Mário Vaz disse que a Vodafone está “colaborando com as autoridades, com a polícia judiciária, que está investigando o caso. “Até agora” não houve nenhum “pedido de resgate”, disse ele.

Qual foi o alvo mais recente de ataque cibernético em Portugal?

A Vodafone foi o alvo mais recente de ataque cibernético em Portugal, sucedendo o grupo IMPRESA. Em questões de cibersegurança não está (quase) nada nas nossas mãos, tirando pequenas coisas que podem fazer a diferença. A Vodafone foi o alvo mais recente de ataque cibernético em Portugal, sucedendo o grupo IMPRESA.

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços. Já tem conta?

Por que a Vodafone está a trabalhar sem parar?

Porquê a Vodafone ? Distinguida pela 8ª vez consecutiva pela umlaut com o selo Melhor do Teste. A Vodafone foi eleita líder na satisfação dos clientes em todas as categorias de telecomunicações pelo European Customer Satisfaction Index (ECSI).

Postagens relacionadas: